ANTT muda prazo e diz que Contorno Viário da Grande Florianópolis

Projeto prevê a construção de 51,4 quilômetros. Concessionária responsável diz que já foram gastos R$ 915 milhões.

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) anunciou nesta segunda-feira (25) novo prazo para conclusão do Contorno Viário da Grande Florianópolis. A obra agora deverá ser entregue em dezembro de 2021, reduçao de três meses em relação à projeção anterior. A construção começou há quatro anos e teve a previsão de término adiada várias vezes.

Pelo contrato original, a construção de 51,4 quilômetros em Governador Celso RamosBiguaçu e Palhoça deveria ter sido finalizada em 2012, mas os trabalhos só tiveram início em 2014.

DCIM100MEDIADJI_0101.JPG

No total, de 6,5 quilômetros estão prontos e, atualmente, 34 quilômetros estão em obras (cinco passagens superiores, uma passagem inferior em obra, seis pontes, travessia sobre gasoduto, dois trevos e 128 quilômetros de pista dupla).

A Arteris (Autopista Litoral Sul), concessionária responsável pela execução do projeto, disse que já foram gastos R$ 915 milhões no Contorno Viário, incluindo o valor das desapropriações. Informou também que 95% das 1.044 áreas já foram liberadas.

O anúncio da nova data foi feito durante evento para avaliar os trabalhos feitos até então. Participaram do encontro deputados federais, entidades, representantes da Arteris (Autopista Litoral Sul), concessionária responsável pela execução do projeto, e a prefeita de São José, Adeliana Dal Pont (PSD).

“Este prazo nós vamos buscar eficiência para reduzir ainda mais. Mas isso vai ser no andar da obra, na execução, que a gente vai tentar minimizar ainda esse impacto para conclusão dessas obras. São pequenas áreas que estão ainda em desapropriação, estão em processo de desapropriação. A maioria delas vai para Justiça, disse Mário Rodrigues, diretor-geral da ANTT.

Rodrigues falou que ainda são necessárias algumas licenças ambientais por parte do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente), que ainda estão em andamento. Conforme a Arteris, a documentação é referente a 3,5 quilômetros em Palhoça.