Trem movido a luz solar vai ligar Argentina a Machu Picchu

A previsão é que em 2022 Argentina, Peru e Bolívia estejam conectados por ferrovias.

Trem turístico movido a luz solar terá sua primeira fase entregue em agosto deste ano, na Argentina. O projeto Tren de la Quebrada tem a ambição de ligar três países latino-americanos (Argentina, Bolívia e Peru) e permitir que alguém que esteja em Jujuy, província argentina, consiga chegar a Machu Picchu somente por ferrovias.

As obras começaram em fevereiro de 2018 e a primeira fase, de 20 quilômetros, vai ligar as localidades de Volcán, Purmamarca e Maimará, todas cidades na província de Jujuy, na Argentina.

Federico Posadas, ministro da Cultura e Turismo de Jujuy, disse que a cada ano serão entregues 22 quilômetros. “Em quatro anos a obra estará finalizada e os três países poderão ser transitados exclusivamente de trem.”

A segunda fase do projeto deve ligar a ferrovia com a cidade de La Quanca, divisa da Argentina com a Bolívia. De lá, o passageiro poderá embarcar na linha ferroviária boliviana para ir até Cusco, no Peru.

De início será um vagão com capacidade para 240 pessoas que viajará a 30 km/h. As trilhas do Caminho Inca, primeira rota de comércio da América do Sul, serão utilizadas como parte da ferrovia. O investimento inicial foi de mais de 9 milhões de dólares.

Para o projeto foram chamados técnicos e especialistas que fizeram a primeira linha turística alimentada com luz solar, a Byron Bay Train, na Austrália.

Fonte:
https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/trem-movido-a-luz-solar-vai-ligar-argentina-a-machu-picchu/